Blog

Embaixadores internos da marca: como desenvolvê-los?


Por Luzya Marxiellen | Coordenadora de Contas Corporativas na Go! Mídia

 

No meu último texto sobre as tendências da comunicação interna para 2019, mostrei algumas estratégias que facilitam o relacionamento com os públicos internos. Estas iniciativas visam desde a digitalização dos processos e a colaboração até o movimento de transformar o colaborador em protagonista. Por falar em protagonismo, o meu texto de hoje vai falar sobre os embaixadores internos da marca e como desenvolvê-los.

 

Os colaboradores são um grande potencial para o fortalecimento da sua empresa. Os embaixadores internos são pessoas-chave que contribuem com a imagem institucional, compartilhando a cultura, os objetivos e os valores da empresa através do seu orgulho de fazer parte da organização.

 

Ao compartilhar as suas experiências com a sua rede de contatos, o embaixador se torna um defensor da marca. Vale lembrar que seus posts nas redes sociais podem performar melhor que as publicações oficiais da empresa. Além disso, seu poder influência – mesmo off-line – se torna um grande potencial para o engajamento e o reconhecimento da marca.

 

Mas, sempre fica uma dúvida sobre como desenvolver os embaixadores internos da marca. Este pode ser um movimento natural, em que você potencializa o empoderamento de alguns colaboradores estratégicos para que eles sintam ainda mais orgulho de fazer parte da organização, promovendo um ambiente natural para expor suas satisfações e experiências. Ou, então, pode ser um programa sistematizado, com a capacitação destes empregados para que eles se tornem porta-vozes da empresa.

 

Em ambas as estratégias é preciso ter um planejamento bem definido para conseguir mensurar os resultados das ações.

 

Confira as dicas que separei para você desenvolver um Programa de Embaixadores Internos na sua empresa!

 

1- Identifique os influenciadores

 

Independentemente do número de empregados que a sua empresa possua, sempre é possível identificar os apaixonados pelo que fazem. Normalmente, os embaixadores são profissionais que vestem a camisa e “agarram o boi pelo chifre”, esbanjando seu orgulho em fazer parte.

 

Eles falam positivamente da empresa, têm credibilidade e são motivados. Também podemos dizer que são pessoas influenciadoras e que têm o perfil de comunicadores natos. Dentre as principais características, destacam-se: credibilidade, empatia e compatibilidade com os valores da empresa.

 

Se você não tem estas pessoas mapeadas, não se preocupe. O RH e os gestores diretos das equipes podem te ajudar nesta missão. Eles são seus principais aliados para que o Programa de Embaixadores Internos da sua marca seja um sucesso. Por isso, envolva-os sempre em suas estratégias.

 

artigo-embaixadores-internos-da-marca-2

 

– Capacite e prepare os colaboradores para se tornarem porta-vozes

 

Após identificar o grupo que inspira a sua marca, convide-o para um bate-papo. Nesta oportunidade, apresente as expectativas e destaque o porquê deles terem sido escolhidos para se tornarem porta-vozes da organização.

 

É importante ressaltar que, para o sucesso da estratégia, o embaixador não pode ser obrigado ou sentir-se assim. O papel de defensor da marca precisa ser autêntico e natural. Por isso, deixe-o à vontade para tomar a decisão que lhe soar mais adequada.

 

A capacitação é uma importante aliada do processo de implantação do programa. O treinamento não pode ser invasivo e precisa de abordagens simples e diretas. É preciso deixar os embaixadores internos confortáveis para desempenhar seu papel de forma natural e bem direcionada. Lembre-se de que esta capacitação não tem o objetivo de impor regras, mas potencializar a voz dos profissionais que personificam a empresa, seja no ambiente on ou off-line.

 

3 – Empodere os colaboradores

 

Promova, em suas ações de marketing e endomarketing, a imagem destas pessoas. Deixe o colaborador integrado e transforme-o em protagonista das mensagens que transmite.

 

Esta estratégia reforça a importância das pessoas para a organização e é uma ótima oportunidade para construir sua marca pessoal.

 

Abuse das boas histórias que cada uma destas pessoas pode oferecer. Lembre-se de que contar histórias é uma forma de engajar mais. Ao fazer isso, você vai promover um ambiente de reconhecimento e estimular o senso de pertencimento. Assim, pode abrir margem para que mais pessoas compartilhem suas experiências com a empresa de forma espontânea.

 

4 – Identifique temas macro para que as pessoas possam compartilhar

 

artigo-embaixadores-internos-da-marca-3

Mapeie os conteúdos que podem ou não podem ser compartilhados pelos embaixadores internos da marca. Assuntos estratégicos ou que são estritamente internos não devem ser expostos por aí, não é mesmo?

 

Mas aborde estas situações com cautela e de forma sutil. Para facilitar, promova mídia kits com os conteúdos que podem ser compartilhados na íntegra. Você também pode criar um guia para as pessoas consultarem o conteúdo e as boas práticas de comunicação.

 

Mas, lembre-se: atitudes inspiram mais que palavras. Tenha sempre em mente que os embaixadores internos da marca não são repositórios de conteúdo. Compartilhar por compartilhar não gera engajamento.

 

5 – Embaixadores internos da marca: a estratégia além do marketing

 

Como vimos, os influenciadores internos são colaboradores que possuem visão integrada e se destacam pelo nível de entendimento e envolvimento com a cultura organizacional. Por isso, a iniciativa funciona muito bem para fortalecer a imagem institucional e aumentar o engajamento. Mas, se analisarmos com um pouco mais de crítica, podemos perceber que o sucesso desta estratégia implica também em outras áreas, como a retenção de talentos e atração de novos profissionais.

 

O protagonismo e o empoderamento do colaborador geram experiências que constroem um ambiente de confiança para o crescimento. Quando isso é explorado fora da organização, cria uma atmosfera que exalta o orgulho em fazer parte. Isso pode despertar o interesse de pessoas do mercado, já que os profissionais acima da média buscam empregos que os inspiram a ir além.

 

Assim, os embaixadores internos da marca criam resultados além da imagem institucional, funcionando na retenção e atração de novos talentos.

 

Os embaixadores internos da marca são importantes aliados para um processo de comunicação transparente e horizontal. Para ajudar na implantação desta estratégia, você pode contar com a Go! Mídia. Fale agora mesmo com um de nossos especialistas!