Blog

Tendências para a Comunicação Interna em 2019

Por Luzya Marxiellen | Coordenadora de Contas Corporativas na Go! Mídia

 

Hoje em dia, as tendências para a comunicação interna permitem idealizar inúmeros cenários, que vão desde as facilidades da automação de processos até as inimagináveis possibilidades da Inteligência Artificial.

 

A verdade é que o processo de transformação digital da comunicação interna já está acontecendo. A tendência é que, cada vez mais, os canais e os meios digitais se tornem facilitadores no relacionamento com os públicos internos.

 

E, para te ajudar nisso, separei 7 estratégias que já podem ser implementadas no planejamento de 2019. Aproveite!

7 tendências de comunicação interna para implementar em 2019

1 – Derrubar paredes

derrubar-paredes

Nós precisamos deixar de lado aquele velho ideal de que existe uma vida dentro da empresa e outra fora. Estamos lidando com o mesmo indivíduo. E isso quer dizer que a forma de pensar, as referências e os propósitos de vida de cada um não muda depois de atravessar a catraca e “bater o ponto”.

 

Se uma das tendências para a comunicação interna é se aproximar do colaborador, precisamos deixar os discursos menos densos. Uma dica é usar as ferramentas da linguagem da internet: gírias, memes, emojis, hashtags. Quanto mais você conseguir criar essa integração, mais fácil será chegar perto do seu público.

 

Só tenha bom senso e saiba dosar em quais momentos estes artifícios serão positivos e bem recebidos.

2 – Todos falam com todos

Outra tendência para a comunicação interna é o ambiente colaborativo, com estímulo à cocriação. Sim, está na hora de dividir a responsabilidade! O empoderamento do público interno deve acontecer junto com o movimento de descentralização da informação. Ou seja, o profissional de comunicação deixa de ser o protagonista emissor das mensagens e passa a atuar como facilitador. Desde a curadoria até o momento em que o público estará maduro o suficiente para produzir seus próprios conteúdos.

todos-falam-com-você

3 – Instantaneidade

Estamos vivendo a era da informação. Por isso, passou da hora de tratá-la como prioridade. Pense nas informações com a mesma importância que os portais tratam as notícias na internet.

 

Fornecer conteúdo em tempo real vai deixar o público mais próximo, e o nível de engajamento tende a ser maior.
Por que não fazer uma live da Palavra do Presidente? E um vídeo da inauguração de um projeto? Em 2019, aposte na velocidade e aproveite os resultados!

 

Uma ferramenta muito importante para fazer isso acontecer são as mídias sociais corporativas. Aqui, nós te mostramos 5 motivos para implementá-las. Confira!

4 – Vídeo

producao-vídeosAgora é hora de trazer o queridinho do momento: o vídeo. Ele é uma das mais fortes tendências de comunicação interna no presente e para o futuro. Se você ainda não enxerga o vídeo como uma ferramenta potencial, te convido a fazer um exercício: tente se lembrar do mundo há uns dois anos atrás, quando não havia stories nas redes sociais e o streaming era menos difundido do que hoje.

 

Percebeu como o nosso consumo de vídeos aumentou consideravelmente? Pesquisas apontam que os vídeos performam, em média, 4,4 vezes melhor que textos puros!

 

Mas, não precisa se apegar àquelas grandes produções. Para produzir um bom vídeo, você só precisa de criatividade e um smartphone. Pratique e comece a utilizá-lo na sua empresa!

5 – Líder parceiro tem que ser multiplicador

De acordo com a pesquisa sobre as tendências para a comunicação interna da SocialBase, feita em 2017, mais de 97% das empresas participantes pretendem continuar ou intensificar o uso da liderança como principal canal de comunicação.

 

Atuar junto com o líder para capacitá-lo é o papel do novo comunicador. Pense nisso e já comece a implementar as estratégias de comunicação face a face.

6 – Big Data

Alguém me disse que os dados são o novo petróleo. Você já teve a sensação de estar sendo ouvido pelo Google? Já forneceu seus dados para conseguir algum material? Essas informações são importantes, pois explicam comportamentos e ditam os caminhos que devemos seguir.

 

Você tem um mar de dados sobre seus públicos internos e ainda pode ir além! Pesquise, crie grupos focais, questionários… Enfim, reúna tudo o que pode embasar novas estratégias e engajar os colaboradores.

7 – Influenciadores

Já não é novidade o tanto que os influenciadores digitais transformaram a nossa forma de consumir. Mas, esse poder de instigar comportamentos é inerente ao ser humano e funciona mesmo fora das redes sociais.

 

Identificar os influenciadores entre os empregados da sua empresa é uma tendência de comunicação interna que pode transformar a sua maneira de se relacionar com os públicos internos.

 

Faça um levantamento e crie uma forma sistemática de munir essas pessoas com as informações estratégicas que você precisa difundir. Também é válido fazer isso informalmente, pois assim tudo vai fluir mais naturalmente.

influenciadores-go

Para ajudar na implantação destas tendências de comunicação interna, eu escrevi outro texto que fala sobre a digitalização dos processos. Aproveite estas e outras dicas valiosas acompanhando nosso blog e as nossas redes sociais! Se você precisa de uma ajuda transformar o seu relacionamento com os públicos internos, clique aqui e vamos conversar!